x

Batismos em Cova da Onça

Louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos.” Atos 2:47

Durante nove anos assisto à comunidade em Cova da Onça e venho tendo o grato privilégio de presenciar as faixas etárias no seu lindo movimento de transição nos diversos ministérios da igreja: infantil, adolescentes, jovens, adultos, senhores. No dia 13/05/2018 cumprimos a ordenança do batismo de 6 irmãos, com muita alegria e gratidão. Dentre os quais 3 tinham muito em comum: 1). O pai não cristão; 2). A mãe cristã e membro da nossa igreja. 3). Foram frutos do ministério infantil da nossa igreja. Somos convictos da extrema importância do ministério infantil desenvolvido com seriedade e comprometimento.

Rayane apresentou seu desejo de tomar uma decisão pública de forma bela e espontânea em maio de 2017. Desde de então Ray, manifestou atitudes e reações que nos supreenderam positivamente. Ela tem clara compreensão que a salvação não é pelas boas obras, mas nos leva à prática.

 

Kauã, quando bem pequeno, suas lagrimas escorriam em nossa despedida, e com a voz tremula dizia: “quando crescer quero ser igual ao senhor”. Sua decisão pelo batismo foi voluntária e espontânea. Ano passado seu pai abandonou sua mãe. Tive o grande desafio de lhe dar essa triste notícia, acompanhá-los, e oferecer-lhes força e suporte. Tanto Kauã quanto a mãe tem dado um vibrante testemunho pela graça.

Como os dois testemunhos acima Natália, hoje com 14 anos é fruto do ministério infantil. Passou por uma fase de rebeldia e total desinteresse pelo Senhor. Porém sua mãe não desistia de orar por ela ao lado de Sara (minha esposa). Sara investiu de todas as formas em sua vida, e o Senhor de modo inesperado converteu o seu coração de modo arrebatador, de tal maneira que uma das que foram batizadas foi fruto de seu discipulado “despretensioso”.

Fruto do investimento de Natália, foi fisgada pela Palavra por meio dos louvores nos períodos dos cultos. Graziela, tem 15 anos, seus pais (ainda não cristãos) participaram do batismo muito emocionados. Lembro-me da sua entrega a Cristo, quão impactante foi sua oração em um aconselhamento com Sara em setembro de 2017.

Cristiano foi resgatado pelo Senhor do mundo das drogas de uma forma radical e firme. Visitou a igreja durante alguns meses, anunciando sua decisão de se entregar a Cristo em um culto doutrinário, sem nenhum tipo de “apelo”. Fruto da oração de sua mãe (Sebastiana), uma das nossas líderes do ministério de oração. Cristiano foi acompanhado com muita seriedade durante 1 ano, tempo em que testemunhamos mudanças belas da parte do Senhor. “Cris” segue tendo encontros regulares comigo. E se envolvendo na manutenção do patrimônio da igreja.

Kléber, servo apaixonado, hoje com 24 anos. Veio do “mundão” arrasado pelo álcool e drogas. Se entregou a Cristo em setembro de 2017. Apresentou um enorme e rápido crescimento. Apresenta fortes evidencias e reconhecimento da igreja como um vocacionado para o ministério.

A Deus toda honra e glória por essas vidas que desceram às águas. Que eles continuem firmes trilhando a estrada cristã com obediência e determinação. E que amem profundamente ao Senhor!

No amor de Cristo,

Pr. Marcos, Sara, Timóteo e Josué.
Obreiros em Cova da Onça