x

Atendimento do Barco Clinica em Barra dos Carvalhos

Nos dias 19 e 20 de novembro foi realizado em Barra dos Carvalhos o ultimo atendimento desse ano do Barco Clinica da Missão Pescadores. Neste ano realizamos três atendimentos nesta comunidade que tem em torno de 700 moradores que vivem em sua grande maioria da pesca. Com muita chuva e vento conseguimos servir aquela comunidade, abençoar e sermos abençoados.

Dois dias antes do atendimento na Comunidade de Barra dos Carvalho, parei o ônibus que vinha da cidade com destino a Barra dos Carvalhos para comunicar que o Barco Clinica iria atender nesta comunidade no final de semana. Logo após o aviso todos aplaudiram e ficaram alegres porque já estavam ansiosos pela vinda do Barco. Essa comunidade sempre foi muito receptiva e grata pela vinda do barco e pelo cuidado que a equipe tem com cada morador nos atendimentos.

Dona Joseiza dos Santos esperava ansiosamente a vinda do barco para essa comunidade. Ela mora em uma roça distante, do outro lado do rio. Quando ficou sabendo que o barco viria, ela pegou uma canoa, e mesmo com a saúde frágil atravessou o rio para receber o atendimento médico e odontológico. Ela foi medicada e levou os remédios para aliviar suas dores.  A sua gratidão foi tanta que mandou vários pacotes de poupa de frutas para a equipe em forma de agradecimento.

No sábado a tarde, uma mulher chegou ao barco e disse que morava muito longe e seu filho de nove anos necessitava muito de um atendimento. Ele sofria há tempo com fortes dores de dente. Me pediu, se pudesse agendar para o domingo, pois não conseguiria chegar cedo por causa da distancia da sua casa. Com esse pedido reservamos uma vaga para o menino no dentista que pode ser tratado e ter suas dores aliviadas. Os pais ficaram muito gratos, pois não tinham oportunidade do filho ser tratado em outro local.

Dona Rita, de trinta anos, chegou ao barco com a unha do pé muito inflamada. O medico fez uma avaliação e logo após as enfermeiras fizeram uma limpeza. Ele retirou parte da unha que vinha causando muitas dores. Depois de receber curativos e orientações ela conta que não teria outro lugar para fazer esse procedimento, ou demoraria muito tempo ser atendido.

No sábado a tarde, no centro comunitário da comunidade, Renata, junto com sua colega, estudante de enfermagem, promoveram uma palestra para as mulheres da comunidade sobre a prevenção do câncer de colo de útero. Foi um tempo bem proveitoso, onde muitas mulheres puderam tirar duvidas e conversar sobre o assunto.

Assim, em cada atendimento temos muitos testemunhos e histórias de pessoas que foram atendidas e abençoadas pelos profissionais de saúde que vem de longe para servir as pessoas.

Na paz de Cristo

Nosso Senhor

Iliseu